domingo, 25 de março de 2012

- Lição 4: O Nascimento de Jesus, Anúncio Para Pastores

- Lição 4: O Nascimento de Jesus, Anúncio Para Pastores



Necessário: Ofereça-se para jogar Pastor



Lição: (Nota: Lembre-se de permitir aos alunos tempo suficiente para pensar e responder às perguntas antes de esclarecer o ensino.)



Peça aos alunos: Quantos de vocês já conheceu alguém famoso? Quem vocês se conheceram? Foi emocionante?



Peça aos alunos, que é a melhor notícia que você já ouviu? Qual é a melhor coisa que alguém já lhe disse?



Bem, até agora nós já nos conhecemos Zacarias e Isabel, os pais de João Batista, e nós já nos conhecemos Maria e José, mãe de Jesus e adotou pai. Hoje vamos ouvir falar de como Jesus nasceu e nós estamos indo se encontrar com a primeira pessoa, além de Maria e José, ao encontro de Jesus.



Pergunte ao Pastor para vir pol



Pastor: Bem, Olá a todos! Você sabe quem eu sou? Eu sou um pastor. Ouvi dizer que você estava falando sobre o encontro de pessoas famosas e recebendo uma boa notícia antes. Bem, eu quero te dizer sobre a noite mais incrível da minha vida.



Há muito tempo atrás, nos tempos bíblicos, o imperador romano, César Augusto, queria contar quantas pessoas estavam em seu reino. Então ele fez todos a voltar para onde sua família era originária de ser contado lá. Bem, desde que Joseph - você se encontrou com ele na semana passada - foi o grande-grande-grande-grande-grande-neto dos reis de Israel, ele teve que voltar para a cidade de Belém para ser contado. Porque é lá que o rei Davi era de antes de se tornar rei. E José tiveram que levar sua família com ele e isso significava que Maria teve que ir também, mesmo que ela estava grávida.



Bem, quando chegaram a Belém, havia tantas pessoas ali para ser contado, Maria e José não conseguiu encontrar um quarto de hotel! Eles tiveram que acampar em um celeiro com os animais! E naquela noite, enquanto eles estavam no celeiro, Maria teve o seu bebê. Jesus nasceu!



Bem, nós pastores estavam nos campos ao redor de Belém, tendo o cuidado de nossas ovelhas. E, de repente, um anjo apareceu para nós. Ele disse: "Não tenha medo. Eu vim para lhe trazer uma boa notícia. O Salvador nasceu em Belém. Vá e encontrá-lo no celeiro. "



E então, quando ele foi feito falando, um monte de anjos, centenas e talvez milhares, apareceu e eles estavam todos cantando: "Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens!"



Bem, depois que eles deixaram, fizemos o que o anjo disse-nos. Fomos e vimos Jesus, o Salvador do Mundo, e ficamos contentes em saber que Ele havia nascido. Estávamos tão felizes que nós fomos para fora do celeiro novamente e disse a todos que nós poderíamos encontrar, tal como os anjos nos tinha dito.



Peça aos alunos que agradecer ao pastor para contar sua história e use as perguntas de revisão a seguir para solidificar o que aprenderam.



Qual foi a boa notícia de que o pastor ouviu nesta história? Que Jesus havia nascido.



E o que o pastor fez quando soube da boa notícia que Jesus havia nascido? Ele foi e viu Jesus.



Então, depois de o pastor viu Jesus, o que ele fez? Ele foi e disse a todos que pude encontrar sobre Jesus.



E isso é o que devemos fazer. Nós sabemos sobre Jesus e por isso devemos dizer às outras pessoas sobre ele também. Sabe por que devemos dizer às outras pessoas sobre Jesus?



Porque Deus disse que quem faz algo errado, alguém que peca, tem que morrer e ir para o inferno por sua punição. Mas, se cremos em Jesus, Jesus é nosso Salvador, que nos salva de ir para o inferno quando morrer porque Jesus já morreu por nossos pecados e foi para o inferno para nós quando Ele morreu na cruz. Agora, se cremos em Jesus, não temos de ir para o inferno quando morrer. Em vez disso, podemos ir para o céu e viver para sempre com Deus e Jesus. Mas se não contar às pessoas sobre Jesus, então não podemos crer nele. E eles tem que acreditar nele para poder ir para o céu e não inferno. É por isso que temos que informar as pessoas sobre Jesus, como os pastores fizeram. Assim que as pessoas possam acreditar em Jesus e ir para o céu quando morrer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário